Tudo começou em um dia, numa livraria perto de casa, onde encontrei um convite para um Curso de Feng Shui. Sempre gostei e li sobre a cultura oriental, esta talvez seria a oportunidade de aprendê-la na prática. E lá fui eu para este primeiro encontro com minha “nova vida profissional” sem a menor noção sobre as surpresas que o destino me traria…

Logo nas primeiras horas me identifiquei com as técnicas de Feng Shui e continuei os módulos de aprendizagem até o profissionalizante. Segue-se ai, uma vontade de contar ao mundo, sobre como harmonizar seus lares e empresas para uma vida mais feliz e próspera…porém um enorme bloqueio da bacharel em economia em admitir a trabalhar com algo, que naquele momento, ainda não me parecia lógico.

Contei com a ajuda da minha psicóloga para retirar algumas crenças impeditivas do destino fluir em minha vida e logo comecei a fazer consultas de Feng Shui para alguns conhecidos…e eles gostavam…e me indicavam para novos clientes! E eu seguia meus cursos de aperfeiçoamento das técnicas, bem como estudava os cristais, a numerologia e novos livros incrementavam cada detalhe de como fazer uma melhor harmonização a cada novo cliente.

 

Assim, comecei a perceber que alguns clientes amavam meu trabalho, para outros ele era apenas satisfatório. Conversei sobre isso com alguns professores que me sugeriram algumas idéias e um deles me disse: Divanise, porque você não faz Astrologia? Eu logo respondi que eu entendia ser algo muito complexo de ser estudado, imagina, eu? Astróloga? Mas como considerava imensamente este mestre, como considero a cada um dos que me permitiram aprender e me tornar uma melhor pessoa, me inscrevi no curso de astrologia.

Com o uso da astrologia, consegui adequar mais os estudos de Feng Shui e mais sucesso obtido nas consultas, maior a quantidade de clientes. Bem como ia incrementando meu autoconhecimento.

E eu, escorpiana que sou, intensa, não me bastava de estudar, e lá fui eu entender sobre a Geometria Sagrada, a Bionergética, a Fitoenergética, o Xamanismo até que eu me perguntava o que iria fazer com isso tudo, além de identificar minhas dificuldades pelo meu mapa astral…e a maior delas era: como eu iria falar as dificuldades das pessoas em seus mapas natais?? Morria de medo em ser inadequada…

Conversando com amigos, um me sugeriu: porque não toma Floral de Bach? Eu: chá de flor faz alguma coisa? Me perdoem a ignorância da época…

Esse mesmo amigo estava indo fazer a formação, veio me contar como era, e lá fui eu para mais um curso. Adorei! Fui tomando a essência floral indicada, o medo se resolvendo e outras questões também e acabei como Practioner em Florais do Dr Bach.

Fui interpretando o mapa astral de alguns conhecidos (sim, igualzinho ao Feng Shui), sugerindo algumas essências florais, eles foram gostando e se curando e eu pensando: acho que pode ser bom eu divulgar esses conhecimentos a mais pessoas…

Outro um dia, lá estava eu na escola de astrologia e uma amiga me diz que iria atender em seu consultório no próximo sábado e eu, mais uma vez, pergunto: tem sala para alugar lá? Ela: sim!

Pronto, eis formado meu primeiro consultório!

E assim vou seguindo, estudando, lendo, conversando, me dedicando, me curando, sempre com a maior gratidão e respeito a todos que compartilham comigo desta vida…aonde irei parar?

Não faço a menor idéia, só sei que os Seres da Mais Pura Luz que iluminaram o encontro da propaganda do curso do Feng Shui continuam iluminando meus caminhos e onde eles quiserem e, em nome deles, com a maior honra e respeito, lá estarei, fazendo meu melhor e a disposição de encontrar um melhor caminho para nós, Seres Humanos!

 

Sou grata!